Retinopatia Hipertensiva

O QUE É?

A retinopatia hipertensiva é a alteração nos vasos da retina associada ao aumento da pressão arterial do organismo (sistêmica). Pode ocorrer na forma crônica ou na forma aguda da doença. As alterações crônicas são caracterizadas pela esclerose das artérias (estreitamento), além de cruzamentos patológicos das veias com as artérias

As alterações agudas são caracterizadas pela presença de hemorragia, edema de nervo óptico e macular, infartos da retina e baixa visual aguda. Esta última forma é considerada uma emergência hipertensiva e ocorre geralmente com picos de pressão arterial altíssimos (geralmente com PA diastólica (mínima) acima de 120 mmHg). Esta condição deve ser tratada imediatamente devido ao risco de perda visual irreversível.

 

COMO TRATAR?

O tratamento consiste na regularização da pressão do organismo, com uso de medicamentos hipotensores e deve ser realizada junto ao Cardiologista.

PONTOS ESSENCIAIS

  • O exame mais importante é a retinografia, se possível, em estéreo.
  • O OCT ajuda avaliar algumas das complicações.
6

Retinopatia hipertensiva aguda.

Outras Cirurgias e Doenças

ENTRE EM CONTATO

Ophthalmo Clínica de Olhos.
Centro Médico F. Diniz

Rua Dom Pedro II 407 (Sala 207)
(Prata – Próximo ao terminal da integração).
CEP: 58400-565.
Campina Grande, Paraíba PB.

Telefones:
(83)3077-1777 | (83)98187-1777

contato@clinicaophthalmo.com

ACOMPANHE NAS REDES SOCIAIS

AGENDE SUA CONSULTA

Eduardo Henrique Campos - Doctoralia.com.br